sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Impossibilidades

Não havia possibilidade daquilo acontecer...Mas era verdade!
Debaixo daqueles cabelos lisos e pretos um brilho de olhos curiosamente desejosos apontavam em minha direção...
Havia tantos ali, qual o mistério que existe por trás dessas caprichosas escolhas de um Destino de improváveis? Nunca cheguei a entender, e sinceramente duvido que alguém um dia tenha conseguido responder satisfatoriamente essa questão.
Os olhos persistiam e mais insistiam em deliciosamente cuspir saliva num pau duro e grosso.
Chegaram tantos naquele lugar que era problemática uma troca segura de olhares, embora eratambém  impossível negar um desejo que de tão forte já tomava ares de corpo, como se ali houvesse um terceiro a curiosamente observar.
Com um simples gesto e pequenos acenos de cabeça combinamos algo inaudito! Iríamos para um lugar no qual pudéssemos literalmente sorver nossa loucura...
Deveria ser um lugar próximo, pois o tesao não permite demoras uma vez que a coragem só existe enquanto é vívida a possibilidade de gozar... Uma cabide de peep show viria bem a calhar, afinal de contas nunca se sabe quantos rabos estão presos a alguém...
E assim entramos separados porta adentro daquele lugar tão conhecido e descobrimos o quanto aquelas opressivas paredes frias e verdes poderiam ser infinitamente alcoviteiras.
Uma camisa caiu no chão, logo acompanhado por um som de duro metal do qual era feito aquele cinto tão indesejável naquele momento.
Bocas ávidas se tocaram, se lambuzaram de saliva e esta escorreu corpo abaixo como a apontar para um tormentoso rio o caminho para se chocar com o mar.
Ao olhar meu pau já lambuzado percebi que pouco tempo havia...e logo eu já gozava próximo daquele corpo branco, métrico e sem pelos.



domingo, 2 de setembro de 2012

Anúncio

Sempre tentei entender a lógica por trás dos sites de relacionamentos... Num dia daqueles bem nebulosos dei de cara com um anúncio bem interessante e que, ao meu ver, reflete muitas coisas sobre um mundo gay repleto de contradições (aliás, coerente com um mundo tão caótico quanto!).

O perfil dizia...

Algumas observações importantes...

Detesto caras com Q.I. baixo, pois acho inteligência algo estimulante.
Sócio da The Week? Vai depender, pois contraria o item acima... E fica mais fácil, e menos trabalhoso, te pegar na sauna após as 3:30...rs...
Foto de rosto é indispensável, do contrário serei obrigado a ignorar o contato, pois não acredito na Mula-sem-cabeça!

Uma constatação... Tem tanta gente neste site que frequenta o Shopping Frei Caneca, você é mais simpático aqui que ao vivo? Problemático isso... Talvez o narcisismo e o culto pela aparência esteja te atrapalhando, seja mais sorridente e repense algumas coisas.

Não é um mau humorado adorável?


quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Pequeno quarto

Depois de muito andar pelos mesmos passos decidi entrar num dos pequenos e quentes quartos daquele sex shop, especialmente próximo de um onde era possível ouvir negros gemidos atrás de uma delas...
Reparei numa pequena janela, cuja finalidade conhecia tão bem e vi um par de olhos apoiados numa boca de negro pecado e que em breve, tal qual numa daquelas mágicas de quinta categoria, elas transformaram-se em duas maliciosas nádegas!!
Penetrá-las foi simplesmente delicioso e os gemidos, ouvidos anteriormente, mostraram-se ainda mais intensos e altos. Como uma alavanca tentei arregaçar ao máximo aquele cú e por conta de toda agitação acabei por terminar meu gozo próximo aos lábios carnudos e contraídos.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Social

O branco ao fundo destacava ainda mais suas cores azul claro, marinho e moreno.
Era simplesmente inconcebível que tal homem sufocamente lindo e imagético pudesse estar ali unicamente para uma pegação entre desejos.
Seu pau calibroso e brilhante era puro convite para bocas desavisadas e cansadas após um dia de trabalho em janeiro...
Foi impossível deixar de sentir o gosto macio daquela cabeça e furtivamente passar a mão numa bunda como a dizer, "venha para minha garganta com mais força!".
Tensão, perigo, desejo, imaginação e como a coroar a insanidade segue um jato rosa de porra escorrendo pela terceira vez num proveitoso dia fartamente ensolarado.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Simplesmente um fio

Um fio de cabelo preto divide um rosto singular em duas grandes partes: a paixão e o desejo encarnado.

sábado, 21 de janeiro de 2012

Passagem

Guardião da encruzilhada iluminado somente por uma lâmpada fraca e amarelada.
Num ambiente como aquele nada mais corriqueiro do que ver pequenas e suaves gotas de suor escorrendo peito e abdômem abaixo, de um ou daquele homem quase humano.
Bonito, forte e quase nu disponível para todos os prazeres possíveis de serem alcançados através do dinheiro.
Puto, michê, escroto, vertiginosa e deliciosa forma de vagabundo.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Escadaria

Os passos eram compassados com os batimentos cardíacos daqueles homens.
Cada passo trazia um pouco mais de ansiedade e expectativa, será carne nova no pedaço?
Um atalho enviesado para a libido e muitas vezes o desatino puramente desordenado e sem direcionamento.
Eles não conseguiriam fugir da rota dos prazeres. Nela bocas chupavam paus e cus indiscriminadamente como se nada houvesse de mais urgente e significativo.
Tantas vezes aguardei o convite não feito... Com o passar do tempo aprendi que na verdade ele não existe, pois o olhar é a porta de entrada para aquela realidade baseado unicamente em encontros e luxúria.
Eu pairo sobre toda a cena e alimento ávidamente minha forma peculiar de êxtase.
De alguma forma gozo de olhar.